O que meus livros dizem sobre mim

Quando estava encaixotando meus livros para a mudança fui percebendo o quão aleatória é minha biblioteca. Nela convivem lado a lado autores tão díspares quanto Ranier Maria Rilke e J.K. Rowling ou Neil Gaiman e Jane Austen, que me pergunto se sou apenas eu que tenho gostos e predileções tão ecléticas ou se isso é uma marca de quem tem a leitura como combustível de sobrevivência. É bastante óbvio que não tenho resposta para esse dilema existencial, no entanto me divirto pensando quais foram as etapas da minha linha evolutiva que permitiram que eu me deliciasse tanto com Harry Potter quanto com O Tempo e o Vento, e na verdade acredito que a leveza com que percorro obras tão diversas faz que a minha biblioteca tenha uma certa coerência em sua aleatoriedade e também que ela diz muito mais sobre mim do que pode parecer a primeira vista. Olhando para meus livros vou identificando minha clara predileção por fantasia, autores ingleses e gaúchos. Meu apreço por psicologia e astronomia também marcam presença, assim como os livros em que os livros são personagens. Meu crescente interesse por teorias da evolução e tecnologia começam a tomar seu lugar entre as biografias e livros de contos e assim de livro em livro vou edificando a pessoa que sou.

0 thoughts on “O que meus livros dizem sobre mim

  • 11 de November de 2011 at 12:41
    Permalink

    MInha estante também é uma mistureba daquelas, mas talvez por isso que goste tantode ler, pois não se fica preso a nada, e sempre se renovam as emoções e sentimentos que somente a leitura proporciona.

    Reply
    • 14 de November de 2011 at 02:23
      Permalink

      @Luciano A.Santos, eu adoro esse sopro de renovação que a leitura proporciona, é realmente algo único 😉
      estrelinhas coloridas…

      Reply
  • 11 de November de 2011 at 12:45
    Permalink

    Todos os livros são escritos por pessoas, como você e eu. Cada livro expressa uma faceta da personalidade do autor, sempre sobre uma questão que afeta a vida dele, todos seres humanos, como nós, e como nós somos múltiplas, cumpre encontrar os títulos que encontrem cada uma das nossas necessidades… daí essa “maluquice” literária. Não se preocupe. Você é normal, quer dizer, mais que isso, uma pessoa cheia de “interessância”.
    Beijocas.

    Reply
  • 11 de November de 2011 at 12:47
    Permalink

    Ah, e se você gosta de evolução, procure o livro “No princípio…” escrito por “Prof. E.H.Andrews”. Questiona várias coisas. Eu gostei bastante.

    Reply
  • 11 de November de 2011 at 13:41
    Permalink

    Oi Mi!

    Minha estante também é super variada, Harry Potter de um lado, Virginia Woolf do outro, seguida de Douglas Adams e Richard Dawkins.
    Acho que todos os bibliófilos de plantão são assim, possuem pilhas de livros dos mais variados assuntos.

    Até mais 🙂

    Reply
    • 14 de November de 2011 at 02:41
      Permalink

      @Aléxia, isso que faz de nós uma tribo não é mesmo, podemos nos reconhecer apenas olhando as estantes uns dos outros 🙂
      estrelinhas coloridas…

      Reply
  • 11 de November de 2011 at 19:43
    Permalink

    Oi, Mi
    Acho que eh isso mesmo que vc disse, quem ama livros acaba gostando de varios tipos; eu tb sou assim! bjs

    Reply
  • 12 de November de 2011 at 13:49
    Permalink

    Mi, que gato fofo é aquele do brinde!?! Parabéns! Você é uma arteira mesmo!
    Beijocas.

    Reply
  • 13 de November de 2011 at 11:27
    Permalink

    Ainda vi o Mundo de Sofia…rs. Parabéns pela diversidade de leituras que consegue atrelar muito bem no âmbito literário…
    Att.,
    Luks

    Reply
    • 14 de November de 2011 at 03:03
      Permalink

      É @Luks Vieira, tem mesmo o Mundo de Sofia ali, e esse é super especial, foi o primeiro livro que comprei com meu próprio dinheiro, é um xodó 😀
      estrelinhas coloridas…

      Reply
  • 17 de November de 2011 at 22:47
    Permalink

    Minha estante não é tão diversificada, mas acho que s por ter livros tão maravilhosos quanto Feios, Entrevista Com o Vampiro e O Código Da Vinci ela já dá uma boa ideia de como eu sou.

    Reply
  • 17 de November de 2011 at 23:31
    Permalink

    Que lindo Mi.

    Sabe, me identifiqei muito com teu texto, pois minha estante vive da ecleticidade e cada livro novo que adentra aquelas prateleiras é um pedacinho de mim que cresce.

    Beijos

    Reply
    • 25 de November de 2011 at 19:58
      Permalink

      @Daniela, ah fico tão feliz que te identificastes com o texto, é bem como tu disses nossas leituras nos fazem crescer 😉
      estrelinhas coloridas…

      Reply
  • 18 de November de 2011 at 21:10
    Permalink

    Minha estante também é bem eclética. Tirando livro de autoajuda que acho sem sentido, de resto eu leio tudo o que cair nas minhas mãos.
    bjo

    Reply
  • 24 de November de 2011 at 23:56
    Permalink

    Também sou assim Mi! Tenho Fausto do Goethe junto com A Bússola de Ouro e outros dispares assim! Um livro de pintores renascentistas ao lado do Código Da Vinci! kkkkkkkk

    Reply
    • 25 de November de 2011 at 20:26
      Permalink

      Ei, @Rafaela ! Saudades de tua pessoa hehehehehe… sabe que adoro olhar estantes alheias só para ver o quanto nós leitores somos no fim todos “farinha do mesmo saco” KKKKKKKK
      estrelinhas coloridas…

      Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *